a tomada de decisão na empresa é representada na imagem por um profissional fazendo uma reflexão no ambiente de trabalho

Processo de tomada de decisão na empresa: 10 atitudes importantes

O processo de tomada de decisão nas empresas é um fator decisivo para o sucesso ou fracasso da organização: se a gestão erra, prejuízos ocorrem e o desempenho do negócio cai. Por isso é tão importante ter bases sólidas para estruturar os caminhos do trabalho e os parâmetros da performance empresarial.

Há um conjunto de fatores que faz com que a tomada de decisão seja certeira. Pensando nisso, hoje trouxemos este post com 5 ações imprescindíveis para melhorar a gestão nesse sentido, entre outras dicas sobre o assunto. Quer se aprimorar? Venha conosco e fique por dentro!

1. Foque no planejamento estratégico

Nenhuma decisão é boa quando não está aliada ao propósito da organização. Sendo assim, antes de dar o primeiro passo em direção às escolhas, é essencial estar fundamentado no planejamento estratégico, pois ele é quem dita todas as diretrizes que norteiam o desenvolvimento do negócio.

É importante estar sempre conectado às raízes do empreendimento, analisando se as decisões e rumos alçados estão de acordo e colaborando com a sua razão de ser. Lembre-se de que a estratégia, no fim das contas, é a estrada pela qual todo o desempenho da organização deve firmar seus pés.

Busque informações

O primeiro passo para um bom processo de tomada de decisão na empresa é buscar o máximo de informações possíveis. É preciso entender bem o processo ou projeto que é afetado pela escolha realizada. Os gestores devem ter conhecimento sobre os custos, prazos, finalidade e parâmetros de qualidade do projeto, entre outros indicadores.

Tenha uma visão global da empresa e entenda quais são os sistemas e recursos mobilizados para obtenção de cada um dos resultados. Dessa forma, você tem em mãos todas as informações relevantes que aquele processo de decisão envolve e pode pesar as vantagens e desvantagens em relação a ele.

2. Analise os dados

Para uma boa tomada de decisão, é essencial analisar dados tanto de projetos passados quanto dos atuais. Seus colaboradores precisam estar atentos aos indicadores de qualidade e produtividade dos resultados obtidos. Assim, eles são capazes de determinar quais os pontos críticos que devem ser levados em consideração na hora fazer a escolha.

Nesse aspecto, você pode utilizar a tecnologia a seu favor investindo em ferramentas de Business Intelligence. Para isso, é necessário definir, de acordo com a situação na qual o profissional se encontra, qual fonte de dados e ferramenta de análise melhor se encaixa para a situação específica.

Reveja as métricas

Gerenciar é sobre decidir e dar rumo ao progresso. E já sabemos: não se gerencia aquilo que não se mede. Para analisar dados e obter informações, é necessário ter indicadores precisos. As métricas expressam de fato aquilo que a gestão precisa saber para tomar decisões?

Se a mensuração não dá bases para tomar decisões é sinal de que ela não oferece um panorama do cenário. Se esse é o caso da sua administração, é hora de rever as métricas. É importante ter em mente que a gestão é dinâmica, sendo assim, não deve ser engessada, mas revista e ajustada constantemente.

3. Conheça os tipos de tomada de decisão

É essencial avaliar qual tipo de tomada de decisão funciona melhor dentro da empresa e de cada cenário, de forma que traga mais benefícios e acompanhe o estilo de gestão. O estilo de liderança também entra em questão, pois a tomada de decisão vai variar de acordo com ele e isso também tem peso. Dentro de uma empresa, as decisões podem ser:

  • consensuais;
  • por maioria;
  • por autoridade.

Ou seja, os gestores podem escolher:

  • consultando a equipe e entrando em um consenso com todos os colaboradores;
  • priorizando aquela alternativa que traz benefícios para a maior parte deles;
  • baseando-se apenas em seus critérios e impondo a escolha.

Cada uma dessas situações apresenta vantagens e desvantagens, assim como impactos diferentes dentro do ambiente de trabalho. Entender como a tomada de decisão se dá ajuda você a organizar melhor o fluxo das suas ideias e saber pontualmente o que está levando em consideração.

4. Abra canais de comunicação

Uma boa comunicação entre os líderes e sua equipe fortalece a confiança nas informações obtidas. Isso porque os colaboradores têm mais conhecimento sobre alguns processos específicos, que quem não executa diretamente não percebe ou tem acesso.

Sendo assim, se abra à comunicação com sua equipe. É importante entender a visão deles sobre os assuntos e escutar a opinião do grupo, levando-a em conta durante o processo de tomada de decisão.

Lembre-se de que, no final das contas, quem sabe como é o cotidiano da empresa é quem opera na linha de frente. A experiência das pessoas que estão em contato direto com o cliente e com os problemas operacionais é valiosa.

Faça reuniões periódicas

Fique atento à periodicidade com a qual você consulta essas informações operacionais. Mesmo que não seja possível se reunir com toda a equipe sempre, marque encontro com as lideranças, peça relatórios e apresentações e fique a par de tudo que acontece.

Assim, fica mais simples entender quais são os desafios enfrentados e o que pode estar causando gargalos. Além disso, essa ação modifica positivamente o clima organizacional, mantendo as equipes mais alinhadas.

diagnóstico organizacional

5. Simule cenários

Levante todas as possíveis soluções para aquela situação específica. Dessa forma, os líderes da sua empresa podem avaliar os prós e contras de cada uma das possibilidades e definir prioridades, trazendo pontos de vista e enriquecendo o processo de tomada de decisão. Faça previsões, simule cenários e compartilhe os resultados.

Faça testes A/B

Decisões não se tornam tão pesadas se não forem absolutamente irreversíveis e sem base. Quando os dados não forem suficientes para ter certeza, os testes A/B são muito bem-vindos. Teste as hipóteses. Pode ser em pequenas tiragens ou em equipes e projetos específicos. Analise os resultados e tire amostras disso.

Use metodologias consagradas

O Ciclo PDCA, o Balanced Scorecard e o Diagrama de Ishikawa são bons exemplos de métodos que servem de apoio para o processo de tomada de decisão na empresa. Sendo assim, você precisa estar sempre inteirado sobre ferramentas que podem ser aplicadas. Treinamentos e programas de desenvolvimento são importantes para aprimorar as lideranças nesse sentido.

Além das informações e ações internas, o processo de tomada de decisão nas empresas deve ser respaldado por conhecimentos que a gestão tem acerca de metodologias consagradas. Essa é a cereja do bolo para fazer boas escolhas e ter uma organização alinhada e bem-sucedida.

6 – Implemente Gestão de Riscos 

Implementar a gestão de riscos é uma tarefa crucial em qualquer negócio. Identificar, avaliar e priorizar riscos, assim como elaborar estratégias para minimizá-los, vai evitar perdas e maximizar oportunidades. Para implementar efetivamente a gestão de riscos, é necessário estabelecer um processo claro que envolva todas as partes interessadas e ofereça uma visão ampla do negócio. 

Aprimorar a gestão de riscos envolve a revisão contínua desse processo. Com o tempo, as equipes envolvidas vão desenvolver mecanismos para aprender com os riscos que foram bem ou mal gerenciados. Além disso, é importante estar atento às mudanças no ambiente de negócios e ajustar a gestão de riscos de acordo com essas mudanças. 

7 – Utilize Ferramentas de Inteligência de Negócios (BI) 

As ferramentas de Inteligência de Negócios (BI) são poderosos aliados no processo de tomada de decisão na empresa. Elas permitem analisar dados de maneira profunda, revelando padrões, tendências e insights que influenciam as decisões. Para começar, é necessário escolher a ferramenta de BI que melhor atenda às necessidades da sua empresa e capacitar a equipe para utilizá-la efetivamente. 

Para aprimorar os resultados ao longo do tempo, mantenha os dados atualizados e relevantes. Além disso, a capacidade de interpretar e aplicar as ideias obtidas a partir dos dados de BI deve ser continuamente aprimorada através de treinamento e prática. Adotar uma cultura orientada por dados é crucial extrair o máximo potencial dessas ferramentas. 

8 – Estabeleça uma Cultura de Inovação 

Incentive a experimentação, o aprendizado e a tomada de riscos. Para impulsionar a tomada de decisões de qualidade, é necesário criar um ambiente onde novas ideias são bem-vindas e os erros são vistos como oportunidades de aprendizado. Para implementar essa cultura, a liderança deve dar o exemplo, promovendo e recompensando a inovação. 

Incentive o pensamento criativo e a colaboração. A empresa deve também procurar continuamente formas de inovar, seja através da adoção de novas tecnologias, da exploração de novos mercados ou da implementação de novos processos de negócios. 

9 – Desenvolva Lideranças Eficazes 

Lideranças eficazes são fundamentais para tracionar o processo de tomada de decisão acertada na empresa. Elas são capazes de inspirar suas equipes, tomar decisões difíceis e conduzir a empresa na direção correta. Para desenvolver esse estilo de liderança, a organização precisa investir em treinamento e desenvolvimento, além de proporcionar oportunidades para que os líderes em potencial possam crescer e aprender. 

Com o tempo, a organização deve monitorar e avaliar o desempenho de suas lideranças. Isso permite identificar áreas de melhoria e fornecer feedback construtivo.  

10 – Gerencie o Desempenho 

O gerenciamento de desempenho envolve a definição de indicadores-chave de desempenho (KPIs) e a avaliação regular do progresso em relação a esses indicadores. Para a gestão por desempenho, a organização precisa definir seus KPIs, estabelecer metas claras e monitorar regularmente o desempenho. 

Revise regularmente seus KPIs e ajuste-os conforme necessário. Além disso, o feedback deve ser fornecido regularmente para ajudar as pessoas e as equipes a entenderem como estão se saindo e o que podem fazer para melhorar. Isso cria um ciclo de melhoria contínua que beneficia tanto a organização quanto as pessoas que trabalham para a marca. 

A primeira atitude que você precisa tomar para manter esse padrão de excelência é se atualizar sobre as práticas de sucesso do mercado: faça isso assinando a nossa newsletter!

Assinar a Newsletter

Entenda como uma consultoria pode contribuir na tomada de decisão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *