Promova a qualidade de vida no trabalho planejando a jornada do colaborador

5 benefícios do planejamento da jornada do colaborador em sua empresa

A organização que se preocupa com a qualidade de vida no trabalho dos seus colaboradores é aquela que planeja não somente a carreira desse profissional, mas toda a jornada do funcionário ao longo de sua vivência com a empresa. Desde o primeiro contato até o seu desligamento.

Ela acompanha todas as experiências desse profissional — conhecido pelo nome de “Employee Experience”. O objetivo é desenvolver as melhores práticas de gestão de pessoas com uma sólida estrutura de análise da percepção dos colaboradores junto à empresa.

Em síntese, esse profissional tem que estar engajado com a cultura organizacional e os gestores têm um papel importante no desenvolvimento desse colaborador, oferecendo oportunidades de crescimento, valorização e promovendo seu bem-estar. Continue a leitura e entenda mais sobre o assunto!

Conheça os 5 benefícios de implementar esse cuidado com a jornada do colaborador

1. A empresa é mais bem-vista em processos de atração e retenção de talentos

Os profissionais atualmente desejam trabalhar em uma empresa cujo propósito esteja alinhado ao que acreditam. Ou seja, as organizações passaram a se preocupar com o seu posicionamento como marca empregadora. Elas assimilaram o trabalhador como um cliente — porém, nesse caso, ele é um cliente interno.

As novas tecnologias, o clima organizacional, satisfação pessoal e profissional no trabalho levam esses colaboradores a quererem ser bem capacitados e envolvidos cada vez mais nos processos dessa empresa, levando-a a um crescimento contínuo.

2. A empresa encontra mais facilidade para realizar processos de sucessão

Essa facilidade é obtida uma vez que o colaborador que está se desligando tem a possibilidade de realizar toda a transferência de conhecimento aos sucessores. Esse procedimento é desafiador, pois a transferência do conhecimento requer duas ações: saber transmitir e ser bem absorvido.

O objetivo da transferência do conhecimento é melhorar a capacidade da organização de realizar suas atividades sem sofrer interrupções em seu valor produtivo, na sua competência e, ainda, ampliar a sua capacidade de inovar e se manter competitiva. Ao realizar a gestão do conhecimento, as empresas garantem a fluidez da estratégia e certificam-se de que as equipes estão transmitindo, absorvendo e incrementando as melhores práticas e processos entre todos os coaboradores.

3. Melhora o nível de segurança dos colaboradores que estão próximos da aposentadoria

Atualmente, com o aumento da expectativa de vida, algumas empresas se preocupam em preparar seus colaboradores que estão se aproximando da idade de se aposentar. Esse é um procedimento que deve ser bem elaborado durante sua trajetória na organização — para vivenciarem bem essa transição entre os dias atribulados do trabalho diário e a aposentadoria.

Esse é um dos benefícios em planejar a jornada do colaborador e mostrar seu valor. Eles percebem que a organização vai oferecer a eles os mesmos cuidados que tiveram com seus clientes externos.

4. A empresa passa a ter nos colaboradores aposentados a figura de um advogado da marca

Isso ocorre porque os antigos colaboradores são considerados clientes que conhecem profundamente a cultura do negócio. Os cuidados que a empresa demonstra com seu profissional quando chega a hora de se aposentar, faz com que a cultura e a identidade do seu negócio seja fortalecida na percepção dos seus públicos de interesse.

Esse relacionamento acontece somente quando esses colaboradores vivenciaram uma série de experiências inesquecíveis e, automaticamente, passam a ser promotores de sua marca.

5. Possibilita à empresa ter um relacionamento saudável e próspero com a sua força de trabalho

O trabalhador que sente o reconhecimento, valorização e preocupação que a organização deposita nele durante sua trajetória na empresa, cria e um clima feliz, saudável e promove maior engajamento na sua equipe.

Pesquisa realizada pela Gallup e publicada recentemente apontou que apenas 15% da força global de trabalho se sente engajada com o negócio. Percebe-se o quanto é importante preparar, desenvolver, acompanhar e flexibilizar a qualidade de vida no trabalho para o colaborador. Esse cuidado gerará para a organização retornos imensuráveis.

Agora que você sabe o valor do planejamento da jornada profissional dos seus colaboradores, entre em contato com a RHOPEN — uma consultoria especializada em soluções que poderá auxiliá-lo na implementação, desenvolvimento, diagnóstico e todo e qualquer processo de transferência de conhecimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *