o papel da liderança no engajamento dos colaboradores

Como a liderança pode colaborar para o engajamento profissional dos colaboradores

Um dos fatores-chave para administrar um negócio de sucesso é saber utilizar o engajamento profissional. Se os líderes de uma empresa ou organização entendem o nível de paixão que seus colaboradores têm pelo trabalho, eles estão um passo à frente da concorrência.

Como empreendedor, você deseja que seus funcionários se orgulhem do que fazem e da empresa onde trabalham. Aqueles que têm propósito empenham seus melhores esforços, o que só beneficia o objetivo da sua organização. É importante analisar todos os motivos pelos quais as pessoas realizam seus trabalhos e o que as leva a fazê-los.

Continue lendo o post para entender melhor como aplicar essa estratégia em sua empresa. Confira!

Qual o conceito de engajamento profissional?

O engajamento dos profissionais é definido como o grau no qual os funcionários são investidos, motivados e apaixonados pelo trabalho que fazem e pela empresa onde trabalham.

Muitas vezes, é entendida como satisfação do funcionário e, embora as duas ideias estejam relacionadas — é provável que funcionários satisfeitos se envolvam e o engajamento é um forte indicador de satisfação —, um não garante ou substitui o outro.

Quais dicas para melhorar o engajamento profissional?

Aqui estão algumas estratégias comprovadas para inspirar você e sua equipe a promover a qualidade em sua organização. Vejamos.

Peça opiniões 

Quando os funcionários não sentem vontade de falar, podem esconder ideias e soluções valiosas que ajudem a impulsionar a sua organização. Pedir opiniões à sua equipe fornecerá informações relevantes e ajudará você a criar uma “política de portas abertas”.

Reserve um tempo para orientação

Dedicar um tempo para se sentar com os funcionários em dificuldades e discutir seus desafios não apenas fará com que essas pessoas se sintam mais valorizadas, como também as ajudará a entender e se comprometer mais com a qualidade. 

Recompense o bom desempenho

Um bom desempenho pode ser recompensado financeiramente ou com reconhecimento. Contudo, poucos profissionais de qualidade podem oferecer o primeiro, o que isso significa é que você provavelmente precisará encontrar maneiras mais criativas de recompensar o bom desempenho.

Esclarecer objetivos e responsabilidades

Uma confusão muito comum entre os colaboradores é sobre seu papel real. Às vezes, as coisas se perdem na mistura e pode levar tempo para identificar problemas e agir para resolvê-los. Para evitar essa inércia, todos os funcionários devem ter um conjunto de metas e responsabilidades.

Aperfeiçoe seu processo de integração

Se você ainda não tem um programa de iniciação para novos colaboradores, perde uma importante oportunidade de nutrir e incorporar uma cultura de qualidade e conformidade.

É necessário investir tempo para gerenciar um programa de treinamento integrado. Se você quer otimizar este investimento sistemas de gestão do conhecimento e RH serão muito úteis..

Fornecer treinamento e suporte contínuo

Além do treinamento obrigatório, você pode organizar sessões menos formais. Faça com que os funcionários guiem seu próprio aprendizado, para que eles identifiquem lacunas em suas habilidades. Assim, você pode sugerir um programa de sessões interativas de aprendizado.

Como entender a pirâmide de Maslow no engajamento?

A hierarquia de Maslow é uma excelente maneira de pensar sobre o relacionamento de uma empresa com seus funcionários, bem como a motivação deles para se tornar um agregador. Vamos dar uma olhada mais de perto em cada estágio da pirâmide, no que se refere ao nível de engajamento, da base até o topo.

Sobrevivência = desprotegido

Esses funcionários estão aqui apenas para receber um salário. Chegam tarde, saem mais cedo e costumam gerar custos. Eles não gostam de seu trabalho ou não entendem por que isso é importante para os negócios em geral.

Segurança = não envolvido

Esses funcionários fazem o que é esperado deles, nada mais. Eles não falam em reuniões e, provavelmente, não se sentem apoiados ou reconhecidos por gerentes e colegas.

Pertencimento = quase engajado

Esses funcionários gostam de seus empregos e têm camaradagem com suas equipes e colegas de trabalho. Ainda assim, eles não sabem ao certo como suas funções contribuem para os objetivos maiores da empresa.

Importância = engajado

Esses funcionários entendem seus papéis em ajudar a empresa a atingir seus objetivos. Eles sabem o que é esperado deles e entendem que têm as ferramentas e o suporte para realizar o trabalho.

Autoatualização = altamente engajado

Esses funcionários tornaram a missão da empresa a sua própria. Eles inspiram os outros e amam a companhia, seus produtos e seus colegas de trabalho. Assim, produzem muito mais.

Em resumo, fica evidente que, se na sua empresa houver um engajamento profissional eficiente, a tendência é que sua produtividade seja maior e o ambiente melhor. Dessa forma, tanto o colaborador quanto o gestor terão bons resultados e levarão a empresa ao mesmo ponto em comum, obtendo grande sucesso.

Gostou do post? Aproveite e receba conteúdos atualizados ao assinar a nossa newsletter!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *