Aprenda a contratar o perfil de estagirário que realmente venha fazer a diferença trazendo novas ideias, incentivando projetos na sua empresa.

Como fazer uma contratação de estagiário eficiente? Saiba aqui!

Estágio é uma forma de admissão com custo baixo para empresas. Porém, a medida pode transferir um valor bem maior do que somente o financeiro. Basta você se programar para cooptar um perfil promissor na contratação de estagiário.

Programas de estágio bem-estruturados ajudam a reter e atingir os talentos destaques. Ao recrutar jovens estudantes, a sua empresa terá colaboradores com uma concepção inovadora, com sede de crescer profissionalmente, sem vícios.

Continue lendo nosso post para saber mais sobre essa estratégia de contratação. Confira!

Qual a importância do estagiário para uma organização?

Algumas das funções relevantes dos estagiários: trazer novas ideias, incentivar projetos e contribuir com um olhar novo, livre de vícios e preconceitos profissionais. Assim, é possível prepará-los conforme a visão, os valores do negócio e a missão e, talvez, até criar líderes para o futuro. Recebendo sempre orientações de um profissional durante todo o processo de estágio do contratado.

Quais são as dicas para a contratação de estagiário?

Divulgue a vaga nas redes sociais

O Brasil é o país que fica mais tempo conectado às redes sociais, conforme a pesquisa feita pela ComScore. Além de anunciar o negócio, as organizações também podem desfrutar desse canal para efetuar o recrutamento de estagiários.

Compreenda o perfil mais adequado à vaga e ao emprego

Estudantes que são realmente diferenciados não têm preocupação em assumir responsabilidades. Engajam-se em tarefas extracurriculares de entidades acadêmicas, como intercâmbios e iniciações científicas.

Uma ótima prática para recrutar o estagiário com o perfil esperado é colocar na descrição da vaga que considera a participação em tarefas extracurriculares de entidades acadêmicas um diferencial.

Ainda, um universitário com grande formação pode não ter aptidão para trabalhar sob pressão, por exemplo. Logo, durante o processo seletivo é preciso estudar as características comportamentais do candidato e avaliar se elas são compatíveis com o esperado para o cargo.

Entenda as regras de contratação de estagiário

Confira o passo a passo para a contratação de estagiários:

Escolha do órgão interveniente

Identificar o órgão interveniente, por exemplo: CIEE — Centro de Integração Empresa-Escola, a fim de que seja veiculada a contratação.

Realização do contrato

Celebrar o contrato entre empresa-escola-estagiário, de acordo com o prazo estipulado, observando a legalidade do limite.

Complementação educacional

É essencial evidenciar o perfil de formação profissional desse contrato. O estagiário deve colocar em prática o seu conhecimento e sempre ser orientado por um profissional/supervisor.

Obrigações da empresa

Contratar um seguro de vida pessoal com base nos parâmetros do mercado. Bolsa-auxílio (opcional).

Benefícios

A organização poderá oferecer ao estagiário alguns benefícios, tais como: assistência médica, auxílio-alimentação, vale-transporte, entre outros, sem que com isso seja representada a relação de emprego.

Férias

O estagiário, que já cumpre o contrato há um ano, tem direito a um período de descanso de 30 dias, preferivelmente cedido junto a suas férias acadêmicas.

Considere a possibilidade de adaptação à cultura da empresa

A coesão de pensamentos, estratégias, valores e expectativas torna-se fundamental para que as ações se deem sempre no mesmo sentido. “Falar a mesma língua”, nessa conjuntura, diz sobre seguir o que a organização e os superiores como um todo confiam em seus estagiários e tentar colocar isso em prática.

Como realizar uma contratação eficiente?

Conforme a legislação, o estagiário pode trabalhar em uma mesma empresa por até 2 anos, logo, se a contratação for válida por 6 meses, por exemplo, ela poderá ser renovada até o limite autorizado.

Além disso, antes de admitir o contratado, sua companhia precisa obter um seguro anti-acidentes pessoais e informar o número da apólice e a seguradora ao TCE.

O termo de responsabilidade deve ser assinado por todas as partes e, em seguida, ser entregue no departamento responsável pela coordenação de estágios na instituição de ensino, somente depois dessa fase é que o estagiário estará liberado para iniciar suas atividades.

Em resumo, esses são os principais passos para formalizar a contratação de estagiário e independentemente do seu ramo de atuação ou do tamanho do negócio, é fundamental conhecer a Lei do Estágio e seguir as normas vigentes.

Gostou do post? Precisa de mais orientações sobre contratação de estagiários? Então, aproveite para assinar nossa newsletter e receba as novas publicações!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *