Comece o quanto antes a planejar a formação de sucessores

Formação de sucessores: qual a importância e como fazer?

No mercado atual, são poucos os profissionais que ficam dez, vinte anos na mesma empresa. E os que ficam um dia se aposentam. Por isso, investir na formação de sucessores é extremamente importante em qualquer negócio. Afinal, executivos vêm e vão, mas o legado e a cultura da organização permanecem.

Se a sua empresa ainda não adotou essa prática, é preciso começar o quanto antes. Quanto mais tempo de preparação o futuro líder tiver antes de assumir o cargo, menores serão os impactos quando a troca for necessária. Quer saber mais sobre esse conceito? Continue conosco!

O que é a formação de sucessores?

Formação de sucessores é o treinamento contínuo de funcionários que tenham potencial para assumir cargos de liderança no futuro. Desse modo, a empresa forma um pool de profissionais preparados para cultivar seus valores, conectar pessoas e inspirar os demais funcionários quando os atuais gestores deixarem a organização.

A importância desse processo é comprovada por números. Segundo um estudo do Sebrae, mais de 70% das empresas brasileiras fecham após a primeira geração de líderes. O motivo? Normalmente, os novos gestores não têm os conhecimentos, comportamentos e habilidades necessários para manter o bom desempenho da companhia.

Como investir nessa prática de maneira adequada?

Formar sucessores é uma tarefa que envolve muito planejamento. Veja, a seguir, as principais medidas necessárias para cumprir essa missão de forma efetiva.

Invista em Assessment

O primeiro passo é definir o sucessor certo. Não adianta treinar uma pessoa que não tenha interesse ou aptidão para liderar. Para identificar o perfil certo com precisão, o ideal é investir em um programa de Assessment.

Esse tipo de ferramenta utiliza questionários para fazer um diagnóstico completo das competências do profissional, tanto técnicas quanto comportamentais. Um exemplo bastante conhecido e amplamente usado pelas organizações é a Metodologia DISC, que faz com que as pessoas identifiquem suas forças e limitações.

Engaje a liderança

O principal interessado em formar sucessores deve ser o próprio líder. Ele deve agir como um mentor, ou seja, transferir conhecimento para que o pupilo se torne um executivo melhor que ele no futuro.

Gestores de alto nível entendem a importância desse processo e têm consciência de que a empresa não pode depender só deles. Além disso, há uma vantagem para o próprio líder: com alguém pronto para assumir suas funções, as portas se abrem para que ele conquiste posições ainda mais elevadas na organização.

Comece o quanto antes

Treinar o sucessor com antecedência evita substituições apressadas. Encontrar executivos preparados não é nada fácil, e preparar alguém do zero para a função costuma levar um bom tempo.

Se, em um momento de necessidade, já estiver engatilhado um profissional formado pela própria empresa, a organização ganha tempo e eficiência na troca. Afinal, o colaborador em questão já terá todo o conhecimento, a habilidade e a motivação necessários para ocupar o cargo com maestria.

Como formar sucessores realmente eficientes?

A principal atitude que o líder deve ter para formar um bom sucessor é delegar, aos poucos, tarefas típicas de um cargo de gestão. Desafie constantemente esse profissional, coloque-o como responsável por alguns projetos e faça com que ele seja reconhecido na empresa.

Tudo isso deve ser acompanhado por feedbacks constantes e transparentes. Isso é essencial para que o colaborador saiba quais são seus pontos fortes e no que ainda deve melhorar para se tornar apto para a função. Estimule também um bom relacionamento com os colegas e o chamado senso de dono, pontos fundamentais para liderar com qualidade.

Agora que você já conheceu o conceito de formação de sucessores, que tal colocá-lo em prática? Faça um bom planejamento e siga o passo a passo proposto neste post. Assim, você garantirá o futuro do seu negócio por muitos e muitos anos!

Gostou do artigo? Não se esqueça de compartilhá-lo nas redes sociais. Dessa forma, você ajuda outros executivos a entender mais sobre a importância de treinar novos líderes!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *