homem estuda diante do computador procurando maneiras de reduzir o impacto da pandemia nas finanças

Reduza o impacto da pandemia nas finanças do seu negócio

Estamos vivendo um momento de incertezas com relação ao capital disponível no mercado de uma forma geral. Fechar novos negócios neste momento é mais um grande desafio. O impacto da pandemia sobre o mundo dos negócios congelou investimentos e jogou os ganhos e a produtividade de determinados setores no chão.

O cenário é o de uma guerra, um período em que as empresas precisam manter o equilíbrio nas contas e, ao mesmo tempo, buscar entradas no caixa. Alguns setores já se movimentam e usam a estratégia de bombardear o mercado com descontos agressivos.

A ideia é clara: sobrevivência. As empresas precisam movimentar seus fluxos de caixa. Mas será a única saída para o momento? Cada decisão deve ser tomada de forma ágil e embasada em uma projeção do que significa a realidade financeira da empresa para o presente e para o futuro próximo.

Separamos algumas orientações que podem seu úteis na hora de fazer um diagnóstico da situação do seu negócio e seguir as melhores escolhas para reduzir o impacto da pandemia. Continue a leitura.

Questionamentos para momentos de crise

De acordo com a consultoria Falconi, para passar por este momento de crise minimizando o estresse é preciso realizar um diagnóstico do seu nível de liquidez. No artigo “Gestão de caixa em tempos de crise”, a consultoria levanta as seguintes perguntas:

  • Quantos dias ou meses seu caixa atual sustenta a operação como ela funciona hoje?
  • Qual o impacto da crise em suas receitas e faturamento?
  • Qual patamar de custos e gastos serão necessários para manter a empresa funcionando? Como estão os níveis de estoques?
  • Quais projetos estão em curso e quais são fundamentalmente necessários?
  • Qual o nível de alavancagem? Qual o cronograma da sua dívida?

Atenção ao fluxo de caixa

O fluxo de caixa é a base da sua empresa, é um dos instrumentos mais úteis para estratégia de como agir. Ele tem o importante objetivo de controlar o caminho do dinheiro ao longo do tempo e você precisa ter esta visão.

Atualmente algumas reflexões podem ser decisórias para o seu negócio. Com o objetivo de preservar o caixa, reduzir o nível de estresse ao longo da crise e se preparar para a retomada, é importante investir seu tempo buscando respostas para estas perguntas:

Gestão:

  • Meu sistema de gestão está preparado para mudanças?
  • Minha governança está adequada para momentos de crise?

Tecnologia:

  • Existem modelos preditivos para redefinição das metas operacionais?
  • Existem sistemas que permitam gerir a crise de forma dinâmica?

Pessoas:

  • O time possui competências necessárias para o momento?
  • A política de incentivos está preparada para ser flexibilizada?

Encontre oportunidades, seja em qual for destes pilares citados acima. Sua grande aliada agora será a pro atividade com os seus stakeholders. Se aproxime mais dos seus clientes, trabalhe com empatia, o relacionamento vai fazer a diferença.

Realize um levantamento de quais são seus projetos ao longo do ano. Priorizar o que pode ser feito e o que deve ser revisto. Foque em projetos que tragam resultados imediatos ou que visem uma melhoria tecnológica ou estrutural.

Renegocie contratos

Converse com seus fornecedores e não tenha vergonha de pedir melhores condições, mesmo que seja temporário. Nos momentos de crise é importante se cercar de fontes de financiamento baratas, mesmo antes de precisar usá-las.

Não se intimide com os credores, também seja proativo com eles, é tempo de renegociar e estender prazos. Qualquer redução nas taxas ou alongamento dos fluxos será crucial.

Revise gastos com pessoal

Adequar os gastos faz parte de todo este processo, para isso muitas vezes será preciso reduzir a carga horaria dos colaboradores e isso te ajudará a reduzir benefícios como Vale Alimentação, por exemplo.

Flexibilize turnos de trabalho, elimine horas extras e adote férias temporárias se for preciso. Realizar uma auditoria de folha pode ser fundamental para reduzir gastos desnecessários.

Mas lembre-se de que desorganização, falta de treinamento e envolvimento das pessoas pode ser um dos seus maiores gargalos. Não é o momento de se dar ao luxo de ter retrabalhos, mantenha o time alinhado e motivado.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *