Uma boa estratégia de employer branding ajuda o seu negócio a atrair melhores talentos

O que é employer branding e por que utilizar essa estratégia?

Você sabe o que é employer branding? Atrair e reter os melhores talentos do mercado é o desejo de toda empresa, mas está longe de ser uma tarefa fácil. Para alcançar sucesso nessa tarefa, é necessário ter um bom planejamento e políticas estruturadas. Nesse cenário, essa estratégia desponta como uma das principais de gestão do mundo corporativo.

Para ajudar você a entender melhor essa prática, continue lendo nosso artigo especial sobre o assunto. Confira a seguir!

O que é employer branding?

Employer branding é uma estratégia que consiste em construir uma boa reputação para a empresa como lugar para trabalhar. Essa imagem é conhecida como employer brand (marca empregadora, em inglês).

É a melhor forma de potenciais candidatos avaliarem se a organização oferece um bom plano de carreira, qualidade de vida e desenvolvimento para os colaboradores, entre outros fatores. Portanto, um trabalho estruturado nesse sentido pode render à empresa um grande diferencial em relação à concorrência.

Qual é a importância de empregar esse método?

São inúmeras as vantagens de investir em employer branding. Vejamos quais são as principais:

Atração e retenção de talentos

Empregar o aspirante à vaga não é fácil, mas o employer branding ajuda a tornar as coisas mais simples. Quando a empresa tem reputação de boa empregadora, naturalmente atrai os melhores profissionais. Dessa maneira, a qualidade das contratações aumenta e o tempo necessário para o processo de recrutamento e seleção é reduzido.

Além disso, a retenção de talentos também melhora. Em uma organização com bom ambiente e condições de trabalho, os funcionários ficam motivados a permanecer e se comprometem a fazer o negócio crescer. Estando satisfeitos, eles pensarão duas vezes antes de buscar oportunidades em outros lugares.

Redução de custos

A retenção de talentos leva a outro importante benefício do employer branding: a redução de gastos. Contratações, demissões e processos seletivos custam caro. Ao diminuir a rotatividade de funcionários, não há necessidade de grandes investimentos para buscar novos talentos.

Aumento da produtividade

Construir uma employer brand forte significa valorizar o bom clima organizacional, engajar os funcionários e oferecer condições de trabalho excepcionais. Em um ambiente como esse, os funcionários se sentem felizes e orgulhosos do lugar onde trabalham. Isso aumenta o envolvimento e o comprometimento com a empresa, gerando mais produtividade, mais qualidade nas entregas e melhores resultados para o negócio.

Como aplicar o employer branding na empresa?

Você pode criar um poderoso employer branding que atraia os candidatos certos. Aqui estão algumas dicas que você pode usar para começar a criar sua estratégia de aquisição de talentos em torno da marca da sua empresa.

Conheça a cultura organizacional

Para implementar o employer branding, é essencial conhecer as crenças, hábitos e valores que orientam os processos de trabalho. Com isso, o RH poderá compartilhar essas práticas com os candidatos nos processos seletivos da empresa, atraindo pessoas que estejam alinhadas com os propósitos da cultura organizacional.

A marca é essencialmente o rosto da sua empresa e o que os candidatos acreditam ser verdadeiro a seu respeito como empregador. Então, você precisa pensar em como deseja retratá-lo. Se você permitir que seus funcionários trabalhem em casa quando precisarem, faça uma referência a ele em sua página de carreira.

Compartilhe fotos do ambiente do escritório e das atividades dos funcionários. Ainda, especifique a missão e os valores da sua empresa toda vez que entrevistar um candidato e também em seu site, de preferência na página sobre.

Engaje os líderes

Para implementar o employer branding é essencial propagar o conceito e seus benefícios entre os líderes da empresa. Por se tratar de uma estratégia que exige mudança de postura, é comum encontrar resistência no começo, sobretudo em companhias mais tradicionais.

Explique, por meio de dados e cases de sucesso, todas as vantagens da prática e deixe claro aos gestores que eles são parte fundamental do processo. Divulgue os resultados na medida em que eles forem surgindo. Isso ajudará a incorporar as novas atitudes no dia a dia.

Dê protagonismo aos colaboradores

Os colaboradores da empresa têm o poder de propagar a imagem da companhia entre seus amigos, familiares e rede de contatos no mercado de trabalho. Por isso, procure dar protagonismo aos funcionários na divulgação da employer brand. Compartilhe vídeos e textos com funcionários dando seus depoimentos sobre como é o dia a dia na empresa. Dar a chance de os talentos expressarem opiniões reais confere credibilidade à construção da imagem da organização como empregadora.

Concentrar-se em seu sucesso e proporcionar a eles o ambiente certo é essencial para construir uma forte marca de empregador. Compartilhe as opiniões sobre sua empresa por meio do uso de vídeos ou citações e compartilhe-as em seu site e mídia social. Isso mostrará aos seus futuros candidatos que sua empresa é o lugar certo para que eles tenham sucesso em sua carreira, motivando-os a se candidatarem a possíveis vagas.

Faça um diagnóstico do quadro de funcionários e segmente perfis

Você pode desenvolver uma pesquisa para enviar aos funcionários ou criar grupos focais para obter feedback. Ao revisar as respostas, procure tendências comuns para diagnosticar os perfis dos colaboradores e o que há de bom em trabalhar para empresa e para todas as áreas em que você deseja se concentrar em melhorar.

A próxima etapa que você deseja executar é uma auditoria interna para determinar o nível de envolvimento dos profissionais com sua organização e o que eles estão vendo sobre como é trabalhar no seu time.

Estruture um planejamento e defina metas

Uma estratégia do employer brand deve ajudar a organização a resolver um problema ou atingir uma meta, e estabelecer objetivos acionáveis ​​é a melhor maneira de garantir que isso aconteça. Embora toda empresa precise definir suas próprias metas de recrutamento, objetivos bem elaborados sempre compartilham algumas características comuns. Eles serão:

  • meta: Identifique uma meta específica e razoável que a empresa precisa atingir;
  • medida: estabeleça métricas e ajuste ao longo do caminho;
  • planejar: estabelecer recursos, criar um calendário de conteúdo e definir uma linha do tempo;
  • atribuir: divida, conquiste e cumpra os prazos. Por exemplo, os recrutadores internos serão responsáveis ​​por contratar três desenvolvedores de aplicativos nos próximos seis meses e mais dois desenvolvedores de aplicativos nos seis meses seguintes, quando os orçamentos forem atualizados.

Conte com o auxílio de ferramentas tecnológicas

Selecionar um sistema de gestão para lidar com as atividades de RH é uma marca comercial da empresa moderna. Existem poucas empresas de sucesso em qualquer setor que não têm algum tipo de automação para as tarefas de RH nesse momento.

A acessibilidade móvel trabalhou ainda mais para transformar o cenário do RH, colocando o gerenciamento de informações e tarefas na ponta dos dedos dos funcionários e gerentes. O programa ajuda a quebrar efetivamente a burocracia e a “achatar” muitas organizações.

Crie um plano de carreiras

Um plano de desenvolvimento de carreira é uma vitória para empregadores e colaboradores. O plano deve ser focado nas necessidades de desenvolvimento e crescimento dos funcionários e no auxílio que a empresa pode oferecer para que o profissional tenha a abertura para expandir em sua carreira.

Além de aumentar suas carreiras, os funcionários também estão interessados ​​em se desenvolver pessoalmente e profissionalmente. Você pode criar um ótimo plano de carreira com seus funcionários executando algumas etapas simples. Vejamos quais são:

  • gere um formulário que explique o plano aos colaboradores;
  • organize uma reunião de planejamento de desenvolvimento de carreira;
  • realize reuniões de planejamento de desenvolvimento de carreira;
  • dirija o funcionário em determinadas direções;
  • oferte a oportunidade ao colaborador.

Agora que você já sabe o que é employer branding, basta colocar em prática tudo o que aprendeu e colher os resultados! Lembre-se sempre: para a estratégia ter sucesso e se manter de pé, é imprescindível que haja colaboração de todos os membros da empresa.

Não há métricas de marca de empregador universal ou de tamanho único que todas as empresas devem medir. As métricas que você monitora são totalmente dependentes dos objetivos que sua empresa deseja alcançar ao criar seu employer branding. Você precisa saber o que está tentando alcançar para medir o sucesso de seus esforços.

Se você gostou do artigo, não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Assim, você receberá diretamente no seu e-mail muito mais conteúdo sobre gestão de pessoas e negócios!

 

Como desenvolver o employer branding da sua empresa? 

As empresas podem utilizar diversas formas de promover externamente a sua employer branding. Algumas práticas mais utilizadas são:  

 

Use e abuse de depoimento dos seus colaboradores  

Essa é uma ótima estratégia! Segundo um relatório emitido pelo LinkedIn os candidatos confiam nos colaboradores 3x mais do que na própria empresa fornecendo infamações sobre como é trabalhar lá. 

 

O escritório é a sua vitrine

Pense no seguinte: A sua casa é um reflexo de quem você é, assim é e deve ser a sua empresa. Certifique que o escritório transmita espirito e personalidade da sua organização.  

 

Vantagens e Benefícios 

Benefícios sejam eles ligados saúde, academia, vale alimentação, transporte ou café da manhã na empresa atraí muita atenção quando o assunto é employer branding.  

Esse não são benefícios tão vitais, mas com certeza fazem a diferença na hora do candidato realizar a sua escolha.  

 

A cultura é a força  

A cultura não é algo explícito, ela é algo construídas pelos próprios colaboradores, pessoas que estão fora do fit de cultura acabam tendenciando a não ficarem na empresa. Nessa hora, o time de recrutamento e seleção devem ser extremamente assertivos. Mas a cultura vivida é colabora para o primeiro ponto citado acima.  

 

Promova eventos 

Se tem uma coisa que faz termos aqueles momentos Wow, são os eventos internos e externos. É incrível o poder de engajamento que tem a nos oferecer quando falamos de employer branding. Eventos internos são ótimos para unir a equipe e mostrar a todos que a empresa se importa com seus colaboradores, já os externos são o jeito perfeito para mostrar e divulgar a imagem da sua empresa à potenciais colaboradores.  

 

Premie os seus colaboradores  

Os prémios dão motivação às pessoas para o seu desenvolvimento. Mostre para seus colaboradores que estão na direção correta.  Prêmios tangebilizam os esforços gastos dos seus colaboradores.  

 

Conheça alguns cases de sucesso de Employer Branding  

 

Google 

 

O employer branding do google é um dos mais sensacionais que temos no mercado. A empresa é muito conhecida pela abordagem utilizada com os seus colaboradores e futuros candidatos. Há diversos benefícios como um espaço de trabalho super inovador e divertido, um escritório no estilo de um campus universitário, atraindo ainda mais talentos. Um filme que serviu de vitrine para mundo foi “Os Estagiários” lançado em 2013, mostrando um dos programas de estágio do próprio google.  

 

Como você pode usar essa ideia? 

Convide potenciais candidatos para visitar a sua empresa, mostre a eles como é o dia a dia de trabalho no escritório. Promova desafios do trabalho, proporcionando dinâmicas de interação entre eles, faça com que vivencie ao máximo a cultura organizacional.  

Compartilhe com os candidatos em processo seletivo e promotores da marca para participarem, além de engajar os colaboradores internos. 

 

Netflix 

Conheça alguns cases de sucesso de Employer Branding

 

A gigante do stream é um dos empregadores mais bem avaliados no Glassdoor, se preocupando com o bem estar dos funcionários, tanto na sua vida profissional quanto pessoal. Permitindo que novos pais tirem dia folga quando for necessário no primeiro ano de nascimento dos seus filhos. Ela ainda se destaca tendo uma cultura organizacional mente aberta e centrada no colaborador, respeitando as suas necessidades individuais.  

 

Como você pode usar essa ideia? 

Sempre ouça seus colaboradores agregando feedbacks, dedique bom tempo da empresa e do dinheiro para os integrar. Promova eventos para anunciar as mudanças gerados pelos feedbacks dos colaboradores. 

 

Como começar a sua employer branding? 

Existem diversas ferramentas para ajudar a promover e criar a sua employer branding, mas ela só começa a se construir a partir de bons colaboradores para isso a Rhopen tem a solução certa! 

 

São mais de 12.000 profissionais treinados, 25.000 impactados diretamente por projetos de consultoria, mais de 6 mil participantes em processo de startups, além de atuação em mais de 11 estados brasileiros, EUA, México, Costa Rica e Moçambique.  

 

Quer realizar contratar profissionais qualificados para a sua empresa? 

 

CLIQUE AQUI

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *