profissional de RH utiliza tela touch para demonstrar a evolução do RH 4.0

O que é o RH 4.0 e quais os seus principais desafios?

Você já ouviu falar em RH 4.0? Nessa nova fase da gestão de pessoas, os profissionais terão que enfrentar mudanças de paradigma causadas pela transformação digital. As tarefas operacionais serão automatizadas e darão lugar a uma atuação mais estratégica, alinhada aos interesses das empresas.

O conceito é um desdobramento da Quarta Revolução Industrial, proposta pelo autor Klaus Schwab. A sociedade vem passando novamente por mudanças drásticas, desta vez causadas pelo rápido avanço tecnológico. Criações como a computação em nuvem, Internet das Coisas e robôs vão alterar completamente a forma como as pessoas interagem com o mundo.

O RH 4.0 vai muito além dos métodos e ferramentas. Será preciso lidar com o trabalho de uma forma completamente diferente, quebrando uma série de crenças e preconceitos.

Pensando nisso, explicamos neste post os principais desafios e tendências desse novo cenário da gestão de pessoas. Quer saber mais? Confira a seguir!

Os principais desafios do RH 4.0

Inspirar e desenvolver talentos

Durante anos, o recrutamento e seleção foi algo mecânico: vagas em aberto surgiam, o RH buscava profissionais com as competências necessárias e selecionava os melhores por meio de testes e entrevistas. No entanto, a entrada de uma geração de jovens multiconectados no mercado está fazendo com que esse processo mude.

A busca por propósito e significado no trabalho está em alta. É preciso entender quem são essas pessoas, conhecer seus perfis e necessidades. São elas que escolherão as empresas, e não o contrário.

As atividades desempenhadas no dia a dia também estão mudando. Cada vez mais, a automação de tarefas mecânicas faz com que os profissionais se dediquem totalmente a funções mais estratégicas, além de reduzir a carga horária dos colaboradores. As organizações devem se preparar para receber novas posições em suas equipes e criar uma cultura que ainda não conhecemos.

Focar no digital

No RH 4.0, a gestão e os processos organizacionais serão totalmente virtuais. Isso gera diversos impactos positivos no ambiente de trabalho, como mais sustentabilidade e menos burocracia.

Máquinas farão os cálculos das folhas de pagamento, sem papelada. O registro dos profissionais estará em arquivos em nuvem. Rescisões serão resolvidas com uma flag no e-mail, e as homologações serão 100% digitais, sem necessidade de deslocamento.

Outra vantagem é a possibilidade de montar equipes multialocadas, com todos os membros trabalhando em home office. Com isso, os gastos com estações físicas de trabalho serão reduzidos, e o tempo dos profissionais será mais bem aproveitado.

Liderar no RH 4.0

Com tantas mudanças, é natural que os líderes também tenham que se adaptar. Mais do que nunca, promover uma cultura colaborativa trará muito mais resultados que insistir em controle e hierarquia. Os gestores devem aprender a lidar com a nova geração de trabalhadores, que têm perfil muito mais tecnológico do que qualquer outra.

Além disso, conceitos como equipes virtuais, robôs e ciberespaço já são realidade. Saber gerir pessoas e, ao mesmo tempo, administrar esses novos recursos digitais, será um dos maiores desafios do novo líder no mercado de trabalho. Assim, a liderança no mundo digital tem a ver com a capacidade de impactar e influenciar seus seguidores e partes interessadas.

Dessa forma, ela alcança a missão e os objetivos da organização, demonstrando efetivamente o conjunto de competências de liderança da próxima geração, como habilidades de prontidão cognitiva, pensamento crítico e competências de inteligência emocional e social, incluindo empatia e gerenciamento de relacionamentos.

O líder 4.0 trata daqueles que criam sua própria estratégia de transformação digital e garantem que ela esteja alinhada aos planos de negócios e crescimento de sua empresa. É essencial que haja um comprometimento e a propriedade por parte das várias partes interessadas, incluindo os conselhos e a equipe de liderança sênior.

Para aqueles dispostos a abraçar esse novo mundo, ele apresenta enormes oportunidades a serem aproveitadas, o que oferece a perspectiva de novos mercados e novos clientes. No entanto, para conseguir isso, seria crucial para a próxima geração de líderes desenvolver o conhecimento e as habilidades relevantes, e isso os ajudará a evoluir para um líder transformado digitalmente.

Essa liderança também é um “líder digital” que pode formar equipes, manter as pessoas conectadas e engajadas e oferece a perspectiva de novos mercados e novos clientes.

Menor carga de trabalho

No passado não tão distante, todas as obrigações de RH de uma empresa eram executadas por equipes internas ou por terceiros 100% aplicados. O Industry 4.0 agora vêm entregando tecnologias que alinham todos os setores de negócios em processos como seleção e recrutamento, administração de benefícios, gerenciamento de desempenho, e assim por diante.

No RH 4.0, líderes de todas as esferas hierárquicas contribuem com o gerenciamento diário dos funcionários. Eles trabalham com métodos e ferramentas que os auxiliam na colaboração com o RH, incluindo boas rotinas e práticas inteligentes na cultura organizacional. E isso é bastante positivo, porque faz com que o lema de ter pessoas prioritárias pare de ser apenas um discurso e seja ainda mais facilmente percebido pelos funcionários.

Gestão remota

Em uma cultura digital da empresa, os funcionários se comunicam em tempo real usando plataformas de bate-papo e colaboração, gerenciam projetos pessoalmente e virtualmente, e os líderes da empresa incentivam o uso de novas ferramentas digitais para aumentar a eficiência e otimizar a tomada de decisões.

Plataformas internas de mídia social, perfis e diretórios personalizados de funcionários e a intranet da empresa são ótimos exemplos de ferramentas que dão suporte ao desenvolvimento de uma cultura digital de boa gestão remota.

Os funcionários remotos dependem muito de ferramentas digitais para realizar seu trabalho e permanecer conectados à equipe. Quando não estão ao telefone, participam de um bate-papo em grupo ou colaboram com documentos de acesso compartilhado, provavelmente estão no laptop trabalhando independentemente.

Quando você estabelece uma cultura em que todos incorporam a tecnologia moderna em sua vida profissional, a digitalização não é apenas para funcionários remotos; é para todos. Isso faz com que toda empresa entre no processo RH 4.0 mudando sua empresa de patamar.

A importância de buscar orientação adequada

Adaptar-se ao RH 4.0 pode não ser uma tarefa fácil. Afinal, muitos processos e hábitos tradicionais estão sendo profundamente alterados nessa revolução. Por isso, é importante buscar o apoio de uma consultoria que esteja alinhada com as práticas modernas durante essa transição.

Com a orientação adequada, será possível implementar algumas ações básicas para conseguir crescer no novo cenário. Entre elas, estão: redesenhar a forma de avaliar profissionais, facilitar a interação das pessoas com novas tecnologias e preparar os colaboradores para lidar com a diversidade. Quanto antes a sua empresa buscar esse conhecimento, melhor será para o negócio.

Os benefícios de turbinar o RH nos seus negócios

E há muitos benefícios do RH 4.0 para os departamentos de RH e para os próprios negócios.

Entre esses impactos positivos, destacam-se:

  • processo otimizado;
  • redução de erros e trabalho manual;
  • redução de custos com mão de obra e com materiais (papel, computadores etc.);
  • facilidade para a tomada de decisões de gerentes e analistas;
  • expansão do poder estratégico na gestão de pessoas;
  • maior probabilidade de atrair e reter os melhores talentos do mercado;
  • facilidade para o RH contribuir para o aumento da produtividade;
  • possibilidades de inovação na área etc.

Um destaque que merece ser mencionado é a total ligação com trabalho colaborativo de RH 4.0.

Agora que você já sabe tudo sobre o RH 4.0, que tal colocar o que aprendeu em prática? Use essas dicas para encontrar formas de inspirar seus talentos, implementar novas tecnologias e formar líderes adequados à nova realidade. Sua empresa só tem a crescer com essas atitudes!

Se você gostou do artigo, não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Assim, você receberá no seu e-mail todas as novidades do mercado de gestão de pessoas!

Assinar a Newsletter

3 comentários em “O que é o RH 4.0 e quais os seus principais desafios?

  1. Paulo Ferreira says:

    Essa nova revolução vem quebrando paradigmas, é necessário uma mudança na cultura das organizações para a adaptação a essa nova realidade. Os jovens talentos estão chegando no mercado já com essa carga de informações tecnológicas. “O futuro chegou”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *