equipe em reunião ilustra a eficiência do plano de sucessão

Como realizar um bom plano de sucessão na empresa? Saiba

Um plano de sucessão de lideranças é uma forma de desenvolver talentos e preparar a empresa para o futuro. Afinal, o mercado é competitivo e por mais que haja investimentos em retenção, ninguém está livre de perder um colaborador para a concorrência.

Além disso, movimentações internas também geram oportunidades, que exigem profissionais preparados para agarrá-las. Continue a leitura e veja o que é o plano de sucessão, seus benefícios e como estruturá-lo com sucesso.

O que é um plano de sucessão

Plano de sucessão pode ser conceituado como um conjunto de estratégias e ações que visam identificar, desenvolver e preparar colaboradores para assumir posições de liderança em uma organização.

Esse mapeamento é realizado a partir da avaliação de suas habilidades técnicas e comportamentais, seguido por um programa de treinamento e desenvolvimento e a definição de um plano de carreira pensando na progressão dentro da hierarquia.

O principal objetivo do plano de sucessão é que a empresa esteja preparada para enfrentar mudanças provenientes de aposentadoria, desligamentos e promoções.

Quais os benefícios do plano de sucessão

Além de proteger os cargos estratégicos da empresa e permitir a sucessão sem prejudicar os resultados das equipes durante a transição de lideranças, a ação acompanha outros benefícios. Conheça os principais.

Otimiza o trabalho do recrutador

Ao desenvolver seus talentos internos, a empresa tem menos necessidade de realizar recrutamentos internos, otimizando o tempo dos recrutadores e os investimentos em R&S.

Incentiva a produtividade da equipe

Os colaboradores se sentem mais valorizados pela empresa que investe no seu desenvolvimento e valoriza seu desempenho com a oportunidade de crescimento. Essa possibilidade aumenta a motivação e o engajamento, que tem a produtividade como consequência.

Contribui com a retenção de talentos

Além de desenvolver uma equipe mais produtiva, investir no plano de sucessão também contribui com a retenção de talentos. Com um plano de carreira a seguir, os colaboradores sabem que existe a oportunidade de atingir seus objetivos de carreira sem mudar de empresa.

Programa prepara profissionais para a aposentadoria

Como realizar um plano de sucessão eficiente

Antes de começar a identificar os profissionais aptos a ocupar uma cadeira de liderança, é necessário listar as habilidades essenciais para cada setor, de acordo com o planejamento estratégico e as metas do negócio.

Depois de mapear as competências, é preciso analisar quais colaboradores se enquadram no perfil. Esta é uma etapa que não costuma ser complicada para empresas que já fazem a análise do perfil comportamental no ato da contratação.

Paralelo a essas informações, a empresa deve incentivar a aprendizagem e o desenvolvimento contínuo. Cursos, palestras e indicações de leitura são ações que contribuem com a evolução do profissional da empresa.

Esse investimento deve ser apoiado em uma cultura de feedback, onde os atuais líderes e ajudam os liderados a identificarem seus gaps e como solucioná-los de maneira adequada.

Por fim, os líderes devem apontar para a área de gestão de pessoas quais os possíveis sucessores e monitorar o desempenho desses profissionais até surgir a oportunidade de evoluir na hierarquia.

Como você pôde notar, um plano de sucessão bem elaborado garante a sustentabilidade e a qualidade dos processos de uma empresa, pois, a saída de um líder não interfere na continuidade das operações.

Para mais dicas de gestão, siga nosso perfil nas redes sociais. Estamos no Facebook, Instagram, LinkedIn e YouTube.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *