Pessoas conversando em um café

Já ouviu falar em recrutamento misto? Saiba como realizá-lo!

O recrutamento misto ou recrutamento híbrido é uma estratégia utilizada pela gestão de pessoas das empresas em busca dos perfis mais adequados para assumir as vagas em aberto. Consiste em avaliar os profissionais disponíveis no mercado e aqueles que já fazem parte do quadro de colaboradores.

A abordagem traz diversos benefícios aos negócios. Entre elas, destacamos a eficácia na atração e retenção de talentos. Principalmente para os colaboradores, que conhecem as chances de assumir novas posições sem precisar passar por processos seletivos em empresas desconhecidas.

O assunto é pertinente a praticamente todos os tipos de negócio. Por isso, acompanhe a leitura e mantenha-se atualizado sobre a prática!

Como o recrutamento misto funciona?

Não há uma regra sobre a aplicação do recrutamento misto. Desde que seja uma junção entre a captação de talentos internos e externos, a ordem da captura de profissionais, vagas que podem receber a estratégia ou se haverá um trabalho simultâneo vai depender da cultura da empresa e necessidades da posição que está aberto.

O ponto de atenção aqui é a transparência. Colaboradores que entram na disputa devem ser informados de que existe a possibilidade de uma pessoa que não trabalha na empresa assumir a vaga e vice versa.

Além disso, é importante que todas as pessoas candidatas passem pelas etapas da seleção, como entrevista de carreira e teste de perfil comportamental. Sendo assim, para colocá-lo em prática, atente-se a esses pontos:

  • identifique as necessidades da vaga;
  • realize um brainstorm com a equipe de gestão de pessoas e avalie se já existe uma pessoa com tais características no radar;
  • aposte em um job description preciso e envolvente, tanto para divulgação externa, como interna;
  • certifique-se de que todos os colaboradores receberam o comunicado informando sobre a vaga em aberto;
  • aplique o mesmo processo seletivo para todas as pessoas candidatas;
  • dê o retorno negativo e justifique;
  • faça uma integração e treinamento mesmo com aqueles que já fazem parte da empresa;
  • acompanhe o desempenho do colaborador e conceda feedbacks independentemente de já ser contratado ou se tratar de uma nova admissão.

Qual a diferença entre recrutamento externo, interno e recrutamento misto?

Para que o conceito do recrutamento misto fique ainda mais nítido, elencamos as principais diferenças entre os tipos de recrutamento que podem ser utilizados pela sua empresa.

Recrutamento externo

A fonte dos candidatos do recrutamento externo estão fora da empresa. Envolve serviços terceirizados, plataformas de recrutamento e seleção, sites de divulgação de vagas, entre outros canais onde seja possível compartilhar a oportunidade e receber currículos.

Sua principal vantagem é a aproximação com profissionais que não fazem parte da organização. Novas pessoas trazem novas ideias, um frescor para o trabalho e podem diversificar o quadro atual.

Recrutamento interno

O recrutamento interno está focado no desenvolvimento dos profissionais que já fazem parte do grupo. Mostra para essas pessoas que é possível crescer na empresa dentro ou fora da sua área de atuação, trazendo perspectivas para o futuro.

Outra vantagem é que permite a recolocação de pessoas que já sabem como a empresa funciona, agilizando o onboarding e reduzindo custos, uma vez que alguns treinamentos não precisam ser dados.

Recrutamento misto

Diante do que foi exposto até agora, o recrutamento misto é o ponto de equilíbrio entre o recrutamento interno e externo. Além disso, traz flexibilidade para empresa, que pode escolher o perfil ideal entre um número maior de pessoas candidatas, avaliando os prós e os contras exigidos por cada vaga.

Quais as vantagens de investir no recrutamento misto?

Confira por que a sua empresa deve investir no recrutamento misto!

Liberdade de escolha

A empresa que adota o recrutamento misto tem liberdade de escolher entre os modelos de seleção para suas vagas. Nem sempre a melhor opção será híbrida, às vezes pode ser necessário ir buscar no mercado, mas em tantas outras pode ser possível recrutar internamente.

Reconhecimento

Uma cultura que preza pela estabilidade e preocupa-se com a redução do turnover utiliza o recrutamento misto como ferramenta de reconhecimento. O modelo pode ser associado ao investimento em educação: a empresa concede bolsas de estudo como benefícios e dá ao colaborador a possibilidade real de migrar de área.

Investimentos inteligentes

Investir em treinamento e recrutamento não depende do recrutamento misto. Contudo, é importante ressaltar que, ao recrutar os próprios colaboradores para as vagas, a empresa está realizando um investimento inteligente.

Isso porque aproveita o conhecimento repassado dos treinamentos em benefício próprio, já que os colaboradores já chegam à nova posição treinados conforme a cultura organizacional. Não é preciso que os profissionais acessem conteúdos explorados anteriormente.

Agilidade no processo

Quanto maior a empresa, a tendência é que tenham mais vagas abertas. Ao atribuir uma porcentagem delas ao recrutamento misto, iniciando pelo interno, encurta o caminho para diminuir o número de posições e desafoga os times de RH.

Contribui com a cultura

Empresas que imprimem em sua cultura a oportunidade de crescimento inevitavelmente se tornam atrativas para perfis que pretendem construir carreira em uma única organização.

Sabendo que a possibilidade de migrar entre áreas existem, essas pessoas são motivadas a estudarem e se desenvolverem para direcionar suas carreiras internamente. A consequência são menos pedidos de demissão, o que reduz custos com verbas rescisórias, além dos benefícios já expostos anteriormente.

Como a Rhopen pode ajudar?

A Rhopen é uma consultoria de gestão de pessoas completa que pode contribuir com todas as etapas de recrutamento interno, externo ou híbrido. Veja alguns serviços oferecidos que podem ajudar você nessa jornada, independentemente do tipo de recrutamento escolhido:

  • avaliação de perfil;
  • recrutamento e seleção para área de ti;
  • terceirização de recrutamento e admissão;
  • treinamento e entrevista por competências;
  • treinamentos customizados para vagas e cultura da empresa.

Ao explorarmos as vantagens do recrutamento misto, percebemos a importância de uma abordagem abrangente na seleção de talentos. E é nesse contexto dinâmico que ressaltamos a relevância do próximo passo: a avaliação de fit cultural. Se o recrutamento misto atua na identificação de profissionais tanto no mercado quanto internamente, a avaliação de fit cultural surge como a chave para garantir não apenas a eficácia na escolha, mas também a longevidade e o engajamento dos colaboradores selecionados.

Em nosso guia exclusivo sobre a avaliação de fit cultural no recrutamento, abordamos as melhores práticas e fornecemos insights valiosos para identificar candidatos alinhados não apenas com as habilidades técnicas necessárias, mas também com os valores e objetivos da sua empresa. Baixe agora e descubra como formar uma equipe coesa e produtiva, reduzindo o turnover e fortalecendo a cultura organizacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *