Tudo sobre PDI: Como tirar projetos do papel 

Tudo sobre PDI: Como tirar projetos do papel 

Sabe aquela vaga que você já almeja há algum tempo, mas não se sente preparado para se candidatar? Ou aquele projeto/skill que você quer desenvolver, mas só fica no papel adesivo e nunca sai do papel? O Plano de desenvolvimento individual é a sua solução, te impulsionando a alcançar os resultados tão esperados. Separamos um material completo para você colocar o PDI em prática. 

O PDI é antes de tudo um compromisso firmado com você mesmo, dessa maneira ele depende apenas de você. Sabe aquela meta de virada de ano que é só falada na noite de natal, mas nunca é levada a frente? O PDI vai te ajudar, mas no final, você é quem toma as ações. 

O que é um PDI? 

O PDI, que é uma sigla para plano de desenvolvimento individual, nada mais é que um script de ações que são organizadas através de prazos e micro marcos para direcionar você para o resultado tão almejado. 

Comumente, o PDI é utilizado por corporações e instituições como ferramenta de desenvolvimento de seus colaboradores com a finalidade de melhorar não apenas seus pontos fracos como também, impulsionarem ainda mais seus pontos fortes. O PDI é fortemente utilizado para o aperfeiçoamento e preparação de futuros líderes das companhias. 

Essa ferramenta, se for corretamente aplicada, estará proporcionando não apenas a empresa, mas também ao profissional grande avanços em aspectos profissionais e pessoais, viabilizando pessoas capacitadas e aptas para desafios cada vez maiores.

Qual a importância de um PDI? 

O PDI é importante para orientar, desenvolver e metrificar o desenvolvimento e progresso em relação aos objetivos firmados, estabelecendo direção, sentido e propósito nas ações colaborando para a conclusão do objetivo final.

Como um contrato, o PDI deve ser seguido com regras e acordos firmados com você mesmo, dessa forma, possibilitando uma motivação e um engajamento maior. 

Segundo a especialista em treinamento e desenvolvimento da RHOPEN, Fabíola Costa, a maior importância do PDI é o parar para planejar o desenvolvimento. “Podemos citar 3 grandes importâncias: É individual, ou seja, é focado para ela, para aquela pessoa, o desenvolvimento das habilidades e o terceiro é que se trata de um plano, a organização de quem, como e onde.” 

Em uma pesquisa do ManpowerGroup, evidenciou que 52% dos recrutadores do Brasil não fecham as suas vagas dentro do prazo por falta de pessoas qualificadas, mostrando que muitos profissionais no mercado de trabalho estão desqualificados em relação a sua área de trabalho ou sem as competências necessárias para preencher os requisitos de uma vaga. 

Um bom plano de PDI envolve desenvolvimento de skills que não são apenas relacionadas às competências técnicas, mas também soft skills essenciais para os profissionais desempenharem suas funções. 

Quais vantagens o PDI tem? 

Independentemente do objetivo, o PDI é uma ótima ferramenta, entendemos que ele é um método extremamente eficaz para a evolução de qualquer profissional, seja dentro ou fora de uma empresa. 

A Mckinsey estima que as empresas gastam até 100 bilhões de dólares por ano com treinamentos e desenvolvimento dos colaboradores, contudo apenas ¼ enxergam valor nos resultados desse investimento. 

Dessa forma, muitas empresas não ousam investir em treinamentos para os colaboradores, enxergando esse dinheiro como um investimento sem retorno. 

Por outro lado, o PDI mostra que a empresa se preocupa com a performance e evolução daquele colaborador, expressando ao profissional que está numa empresa que preza com a qualidade de vida daquele indivíduo,  possuindo algumas vantagens como: 

  • Motivar os colaboradores; 
  • Aumentar o engajamento por parte do time; 
  • Objetivos mais assertivos; 
  • Metas mais atingíveis; 
  • Melhora as taxas de turnover; 
  • Melhora o clima organizacional
  • Aproxima o time;
  • Melhora a performance do profissional. 

Com o PDI não apenas o profissional sai ganhando, mas também a empresa que ele está, permitindo que ambos cheguem aos objetivos finais com ganhos mútuos, fazendo com que o profissional fique mais motivado e muito mais engajado para alcançar as suas metas. 

Para quem é o PDI? 

Para todo e qualquer pessoa/profissional que queira desenvolver projetos, habilidades, competências ou atitudes, proporcionando uma maior efetividade para obter o resultado. 

O PDI não está limitado apenas a empresa e o colaborador, essa é uma ferramenta poderosa para qualquer um que queira sair da estagnação e evoluir. 

Quais os desafios do PDI?

Apesar do PDI, os desafios rotineiros não param, além de prazos de trabalho e o estresse do dia a dia, o profissional ainda tem que administrar as áreas da sua vida, a fim de que possa equilibrar e ter uma saúde mental em dia para colocar o PDI em prática.

Como desafios do PDI para um cargo de liderança, Fabíola destaca dois desafios principais: o líder ter tempo hábil para desenvolver o planejamento junto com o profissional e a de acompanhar e mensurar os resultados de forma humanizada. 

O processo de elaborar o PDI já é um grande desafio, visto que, para o PDI ser efetivo é preciso estabelecer metas e objetivos alcançáveis, evitando frustrações. Nada de objetivos e prazos impossíveis, seja realista com a sua situação atual. Tornando o acompanhamento junto com o líder fundamental.

Quais os erros comuns cometidos durante o PDI?

Um bom desenvolvimento de PDI não acontece de um dia para o outro, é preciso ter determinação e vontade de desenvolver para alcançar o resultado. Alguns erros mais comuns que podemos citar é: 

  • Profissional sem comprometimento; 
  • Metas absurdas de atingir;
  • Falta de processos;
  • Não cumprir os prazos corretamente;

Além desses destacados, Fabíola Costa, indica um cuidado maior em relação ao tempo e as ferramentas de apoio. Ela aponta ainda a necessidade de ter um mecanismo de apoio para documentar e mensurar o processo, e ainda ressalta a importância de estar em constante feedback com o profissional. 

Como elaborar um bom PDI? 

Antes de tudo, é preciso definir os objetivos finais que vão ser trabalhados ao longo do PDI. 

Para isso, responda à algumas perguntas: 

  1. Qual o impacto que o resultado desse objetivo terá?
  2. O quão urgente essa habilidade, projeto ou competência é?
  3. O quanto você deseja conquistar esse objetivo?

Aqui é importante observar o quesito do desejo: ele é motor para a conquista do resultado. 

1ª Etapa – Defina o objetivo: 

Nesse primeiro momento você vai definir o objetivo como começar um novo projeto, desenvolver uma habilidade específica ou aprender algo novo. 

Tenha o objetivo claro em mente. 

2ª Etapa – Ferramentas necessárias 

Defina o que é preciso chegar até o objetivo final, pense como dividir em micro marcos de sucesso. O que é preciso desenvolver para chegar no resultado que você quer? 

3ª Etapa – Analise seus pontos 

O que tenho hoje que posso melhorar? Quais são os meus pontos fortes? Quais os meus pontos fracos? 

Os fracos precisam se tornar fortes e os fortes precisam ser desenvolvidos. 

4ª Etapa – Priorize o necessário 

Para priorizar as atividades, responda às perguntas.

  • Qual o impacto que esse ponto terá para conquistar o seu objetivo final?
  • O quão urgente essa habilidade, projeto ou competência é?
  • O quanto você deseja conquistar essa competência?

5ª Etapa – Faça um cronograma

Após priorizar a execução das tarefas, é hora de colocar prazos!

Defina prazos reais para o desenvolvimento das habilidades, pense no tempo necessário para realizar as atividades e defina as datas limites. 

6ª Etapa – Tenha um diário 

Documente tudo!

Detalhar o processo de avanço é necessário para você avaliar o seu desenvolvimento ao longo do tempo. Como está o andamento? O que está impedindo de concluir as tarefas? 

7ª Etapa – Tenha foco!

Pronto! Agora seu PDI está finalizado, agora o resultado depende de você!

Tenha foco e determinação para alcançar o resultado, e cumpra os objetivos nos prazos.  

Modelo de PDI: 

Ser fluente em Inglês até dezembro 2022

A desenvolver:

  1. Aumentar Vocabulário

Conversar por texto com nativos americanos juntando gírias e palavras não conhecidas anotando-as. (uma vez por mês / julho 2022 a outubro 2022)

Estudar palavras desconhecidas (diariamente / julho 2022 a novembro 2022)

  1. Melhorar a fala

Conversar com pessoas desconhecidas que falam inglês através de aplicativos e pedir feedback

(uma vez por semana / julho 2022 a dezembro 2022)

Assistir filmes em inglês sem legendas

(duas vezes por semana / julho 2022 a dezembro 2022)

Aplicar um Webinar (uma vez por mês/julho 2022 a dezembro 2022)

Viajar para um país com a língua nativa americana

(Até dezembro 2022)

Qual o impacto de um PDI bem realizado? 

Para tangibilizar melhor esse tópico, reunimos um estudo realizado pelo Instituto de Estudos de Empregabilidade, o IES, do Reino Unido, sobre PDIs. Nesse estudo, o IES reuniu 8 casos de empresas sobre a utilização de Planos de Desenvolvimento Individual com seus colaboradores. 

De forma geral, todas elas foram impactadas positivamente em relação a uma melhora no desempenho do trabalho, também como a diminuição de turnover. 

Fabíola Costa ressalta os frutos de um líder aplicar o PDI em seu time, permitindo que a sua equipe esteja mais próxima, colocando os papéis certos para as pessoas certas. “Permite o aprendizado, o crescimento, gerando relações de confiança, fazendo com que as pessoas se sintam valorizadas.” afirma a especialista. 

Conclusão

Para que um PDI seja bem estruturado e colhido os seus resultados, é necessário se atentar ao método e no acompanhamento ao longo da sua execução, mais importante do que apenas colocar o PDI no papel, é a evolução do progresso do planejamento. 

“Um PDI bem feito e planejado, conforme as estratégias da empresa, fazendo sentido para o colaborador, sendo bem estruturado, mantém o profissional no aprendizado constante, onde ele vai olhar para seus talentos e habilidades e melhorar, fazendo uma auto análise” Conclui Fabíola. 

Esse artigo foi útil para você? Então, assine nossa newsletter para continuar recebendo conteúdos como esse.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *