catia horsts fala sobre o aumento das contratações em home office no Espirito Santo

Empresas do ES estão com vagas abertas para home office

A aceleração de processos de adoção de teccnologia provocada pela pandemia já apresenta impactos diretos no mundo do trabalho. O home office, que já vinha sendo implementado em algumas atividades, tornou-se uma realidade em vista das exigências por segurança e produtividade. Agora, as modalidades remotas de trabalho já ocupam boa parte das vagas de emprego anunciadas por consultorias especializadas em Recursos Humanos.

Recente matéria produzida pela Rede Gazeta ilustra muito bem a situação. Colaboramos com a pauta de duas maneiras: apresentando o home office na prática – 70% dos nossos colaboradores aderiram à modalidade – e com Cátia Horsts, CEO e fundadora da RHOPEN Consultoria, fazendo uma análise desta nova realidade.

Vagas abertas para home office

As novas demandas para profissionais dessa área têm buscado especialistas que consigam se comunicar de maneira clara e que criem sinergia com a equipe.

A mudança é mais uma das necessidades trazidas pela pandemia, principalmente por causa da atuação home office, tanto do profissional quanto das pessoas que ele terá que atender.

E quem se adaptar a esse “novo normal” terá bons frutos para colher. A RHOPEN Consultoria tem cadastro aberto para 24 vagas na área de TI, em empresas do Espírito Santo. Algumas para atuação presencial e outras para trabalho home office.

Os salários variam de R$ 6 mil a R$ 15 mil, com opções do profissional escolher se quer trabalhar no regime Pessoa Jurídica (PJ) ou CLT. Os cargos vão de Desenvolvedor Junior a Gerente de TI.

A seleção é on-line e a contratação, imediata. Os candidatos devem estar cursando nível superior na área de Tecnologia da Informação e ou já ter concluído. Inglês, mesmo que técnico, e experiência na área são pré-requisitos.

Dicas para garantir uma vaga

  • Manter o LinkedIn sempre atualizado e ficar atento às mensagens. Quanto menor o tempo de resposta para as empresas, mais o candidato ganha pontos.
  • A expectativa das empresas vai muito além da entrega técnica do trabalho de TI. O mercado busca profissionais que consigam se comunicar de maneira clara, que criem sinergia com o grupo, principalmente por que muitas relações serão por meio digital e isso exige uma mudança de comportamento do antigo profissional, que entregava, mas não sabia se comunicar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *