profissional de RH calculando o orçamento para treinamento da sua empresa

Orçamento para treinamento: qual a importância e como definir?

Os colaboradores são a linha de frente de qualquer empresa, já que são eles que efetuam as atividades no campo prático. Por isso, é necessário preparar um orçamento para treinamento de funcionários, de modo que desenvolvam as habilidades necessárias para realizar suas atividades no potencial máximo.

Treinamentos são mais relevantes do que muitos acreditam. Por meio deles, é possível tornar seus talentos em colaboradores cada vez mais produtivos, competitivos e capazes de agregar valor à empresa. Entretanto, você deve manejar bem o orçamento. Quer saber por quê? Leia a resposta neste conteúdo!

Qual é a importância de definir um orçamento para treinamento?

O orçamento para os treinamentos envolve todos os custos diretos e indiretos que estejam ligados à capacitação dos colaboradores. Portanto, não basta apenas considerar os valores gastos na contratação de um treinamento ou capacitação; é necessário considerar todas as outras despesas envolvidas, como tempo e materiais necessários.

Ignorar esse aspecto pode fazer a empresa ter muito mais gastos que o esperado. O orçamento também permitirá que você maximize a utilização dos recursos e minimize desperdícios.

Como elaborar o orçamento para treinamento?

A seguir, listamos as dicas indispensáveis para que você crie o orçamento adequado para sua empresa.

Alinhe o orçamento com as metas e os objetivos

Assim como nos outros setores, o planejamento da área de Recursos Humanos (RH) precisa estar alinhado aos objetivos e às metas do negócio. Antes de decidir se é preciso investir em treinamento, deve-se verificar se os resultados que serão conquistados com eles ajudarão no alcance dos objetivos gerais.

Para isso, converse com o CEO (chefe executivo) e os demais líderes para entender se os treinamentos levarão os colaboradores a contribuir para o alcance dos resultados.

Mapeie as principais despesas que envolvem o treinamento

Anote detalhadamente todos os recursos necessários para o treinamento, que deve ser incluído no orçamento anual. Entre os possíveis itens estão:

  • contratação do treinamento, como os cursos e suas taxas, plataforma de Learning Management System (LMS), aulas, tutoriais em vídeos, entre outros formatos;
  • despesas de locomoção, hospedagem e alimentação, caso não seja online ou na empresa;
  • materiais de treinamento, como apostilas, cadernos, entre outros;
  • tempo necessário para que a equipe complete o treinamento;
  • manutenção do treinamento, caso seja contínuo;
  • taxa do instrutor, se houver;
  • provisão para contingências.

A lista é significativamente ampla e pode variar de acordo com as características da sua empresa e do treinamento. Por isso, é recomendável contratar uma consultoria especializada em treinamentos para assegurar que o orçamento seja adequado ao seu negócio.

Conheça as diferenças entre treinamento e desenvolvimento de pessoas

Acompanhe o orçamento

Nem sempre os custos saem exatamente conforme o esperado; imprevistos podem gerar gastos extras. Por exemplo, é possível que seja necessário adquirir novas ferramentas ou até reaplicar alguns treinamentos, caso o conteúdo seja excepcionalmente complexo ou se houver baixa adesão.

Mesmo que você tenha uma provisão para contingências, acompanhe as atividades e o aprendizado do time para evitar gastos excessivos ou desnecessários.

É fundamental que nenhum aspecto do orçamento para treinamento seja ignorado. Negligenciar algum elemento pode gerar despesas elevadas que acabem inviabilizando o treinamento.

Para evitar problemas, explore o Guia Completo de Treinamento para Liderança, onde você encontrará insights valiosos sobre o que é treinamento para liderança, suas vantagens, métodos utilizados e como escolher a abordagem mais adequada. Baixe agora!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *